Como remover Kernel’s antigos do GNU/Linux

Neste artigo vamos ver remover Kernel’s antigos, velhos do GNU/Linux! Se você costuma atualizar o Kernel da sua distribuição GNU/Linux sempre que saem novos lançamentos, então esta na hora de fazer uma limpeza em seu sistema.

Mas atenção, se você acabou de atualizar o Kernel não remova ainda o Kernel anterior, reinicie a máquina e veja se tudo esta funcionando bem, em especial se você utiliza drivers que contém módulos proprietários que não estão disponíveis no código fonte do Kernel.

Agora, verificar o seu kernel atual:

Execute o comando:

$ uname -mrs

Você verá algo como:

como-remover-kernels-antigos-velhos-do-gnulinux

Vamos agora, ver todos os Kernel’s instalados em seu sistema, para isso execute o comando abaixo:

$ sudo dpkg --list | egrep -i --color 'linux-image|linux-headers'

Você verá algo como:

como-remover-kernels-antigos-velhos-do-gnulinux2

No exemplo, note que só tinha um único Kernel, então não precisou remover nada por enquanto, mas se além do que você verificou no primeiro comando, você encontrar outros, então esta na hora de fazer a limpeza.

Digamos que eu tenha ainda um Kernel de versão linux-image-3.13.0-67, então preciso executar o seguinte comando, ficando atento a versão no momento de executar o comando abaixo, afinal ele vai remover o seu Kernel.

$ sudo apt-get --purge remove linux-image-3.13.0-67-generic

Se você utiliza Debian, Ubuntu e derivados, você pode apenas executar o comando abaixo:

$ sudo apt-get autoremove

 

 

Até a próxima!

Como reparar um sistema quebrado após a atualização do Kernel Usando o modo de recuperação no Ubuntu

O Kernel Linux é muito solido, mas também é uma da partes mais sensíveis do sistema, qualquer modificação mais profunda pode tornar o sistema instável, mas não se desespere dificilmente será preciso fazer uma nova formatação.

Neste tutorial vamos ver como usar o modo de recuperação para reparar um sistema corrompido resultante da instalação ou upgrade para um novo kernel. Isso irá ajudá-lo a evitar formatar e reinstalar o sistema operacional, bem como recuperar o acesso aos seus dados. Este tutorial é aplicável para as seguintes distribuições:

Ubuntu 15.10
Linux Mint 17

Primeiros Passos
Selecione a entrada de recuperação no GRUB logo que o computador é iniciado:

grub-recovery-mode-1

Depois selecione o método de recuperação pelo terminal como ROOT:

grub-recovery-mode-2

Agora precisamos dar um comando para permitir a leitura e gravação de arquivos no nosso Linux:

mount -rw -o remount /

Agora precisamos desabilitar/desinstalar o kernel que está causando problema e voltar ao anterior.

sudo apt-get purge linux-image-x.x.x*

OBS:
Substitua xxx com a versão do kernel Linux que você instalou (3.15.3, 3.18.8, etc.) Você pode exibir a versão atual do kernel instalado com o comando:

uname -r

uname-r

Depois de eliminar o kernel defeituoso em questão, temos que fazer o GRUB redetectar as versões instaladas do kernel com o comando:

sudo update-grub

Depois de executada essa ação digite o comando:

exit

e então selecione a opção iniciar o sistema normalmente ou resume normal boot.

Até a próxima!

Eliminar Kernel instável

Se você recentemente atualizou seu sistema Ubuntu e terminou com Kernel 3.19.0.31, por exemplo e você pode teve um sistema quebrado. No login quando você digita sua senha, ele não irá inicializar o sistema em vez isso só mostra o papel de parede Ubuntu. Nenhuma unidade, nenhum lançador, nada.

Unable-to-login-ubuntu

Se você está frustrado por não poder fazer o login para Ubuntu, não se preocupe. Há uma maneira fácil de corrigir o problema e eu vou mostrar a você como fazer isso. Mas, primeiro, deixe-me dizer-lhe por que isso aconteceu, em primeiro lugar.

Razão:

Software-Sources

Desmarque essa opção para impedir do kernel instável

Essa opção em destaque é o culpado para que o Ubuntu ser atualizado para um kernel que não era adequado para ela. Ubuntu não teria sugerido esta actualização se esta opção não foi selecionada em primeiro lugar.

Solução: Elimine o Kernel instável e usar um estável.

Isso é o que precisamos fazer aqui. Excluir o kernel instável 3.19.0.31 e utilizar uma versão mais antiga, mas estável. Não é que complicado também. Vamos ver como fazê-lo.

Passo 1: Inicie no kernel antigo

Em tempo de login, quando você está na tela do GRUB, selecione a arrancar em Opções avançadas para Ubuntu.

Unable-to-login-ubuntu-1

Aqui, você vai ver uma série de kernel do Linux disponíveis para o seu sistema. Escolha um Kernel Linux anterior, por exemplo, 3.19.0.30-genérico.

Unable-to-login-ubuntu-2

Você será apresentado para a tela de login de costume. Digite sua senha e desta vez você vai arrancar com êxito no sistema.

Passo 2: Remover o kernel problemático

Uma vez que você estiver no sistema, é hora de remover o kernel instável. Para fazer isso, abra um terminal e use o seguinte comando:

sudo apt-get purge linux-image-3.19.0-31-generic

Isto irá remover o kernel versão 3.19.0-31 instável. Eu também vou sugerir-lhe para ir para Fontes de Software e desmarque a opção de notificação de atualizações de pré-lançamento. Isto irá salvá-lo de problemas futuros.

Depois de ter feito isso, reinicie o computador e agora você deve ser capaz de efetuar login no Ubuntu como sempre. Lembre-se que este problema está relacionado com um kernel Linux instáveis.

Fonte: It’s F.O.S.S.

 

Até a próxima!