Instalar o elementary tweaks no elementary OS 0.4 Loki

O elementary OS 0.4 Loki foi lançado e uma das suas principais ferramentas de customizações, o elementary Tweaks, também está disponível para os usuários. Aprenda agora a instalar no seu elementary.

Caso você não conheça, o elementary Tweaks é uma ferramenta muito legal para você customizar a interface e o comportamento do elementary OS.

A instalação é muito simples, mas você vai precisar ativar novamente a função de adicionar repositórios PPA no sistema, algo que foi removido desta versão.

Instalando PPAs e pacotes .deb no elementary OS 0.4 Loki.

Essa nova versão não tem suporte para PPAs e pacotes .deb nativamente, porém, você pode resolver este problema facilmente instalado dois pacotes, vamos precisar do terminal novamente:

sudo apt install software-properties-common gdebi -y

Este comando instala um pacote que vai permitir que você use os PPAs normalmente e também vai instalar o GDebi, que você pode utilizar para instalar pacotes .deb dando dois cliques como se faz usando o Ubuntu ou no Linux Mint.

Agora é só colocar os comandos abaixo no terminal e dar “enter”, digitar a sua senha e o elementary Tweaks será instalado.

sudo add-apt-repository -y ppa:philip.scott/elementary-tweaks
sudo apt update
sudo apt install -y elementary-tweaks

Depois de instalado, indo até a opção de configuração no painel de controle, você encontrará uma nova opção chamada “Tweaks“:

elementary-tweaks

Clicando na opção “Tweaks” você poderá utilizar a ferramenta, uma nova janela vai se abrir com as opções abaixo, onde você pode fazer todas as configurações que quiser.

Elementar Tweaks nos permite mudar o tema (ativar o tema escuro), conjunto de ícones, cursores e botões da janela (que também pode ativar o botão de minimizar), gerenciar as diversas animações (com a possibilidade de desativar) e sombreamento.

No Elementary Tweaks também é possível encontrar ajustes envolvendo alguns aplicativos padrão como a dockbar Plank, o gerenciador de arquivos Files, o menu Slingshot e o terminal.

elementary-tweaks-loki

Personalize à vontade, mas tenha cuidado ao modificar o compositor de janelas, para que não você não desestabilize o sistema.

Até a próxima!

Comando para mudar idioma e Layout do teclado no Lubuntu/Ubuntu 16.04

Se você está com problemas para usar o teclado, mas não consegue por algum motivo entrar nas configurações do Lubuntu 16.04 ou do Ubuntu 16.04, veja esse tutorial para acompanhar o passo a passo.

Passo 1: Entre no terminal e digite o seguinte comando:

sudo dpkg-reconfigure keyboard-configuration

screenshot-2

Passo 2: Colocando o Modelo do Teclado, selecione “Generic 105-Key” e depois pressione a tecla Tab e selecione OK e pressione Enter.

screenshot-3

Passo 3: Secione o País: Português ( Brasil).

screenshot-4

Passo 4: Selecione o Layout do teclado: Portuguese ( Brasil).

screenshot-5

Passo 5: Selecione a função da tecla AltGr: Deixe padrão.

screenshot-6

Passo 6: Em composição (compor): Deixe Não.

screenshot-7

Passo 7: Defina a combinação de teclas Control+Alt+Backspace para encerrar o X server.

screenshot-8

Obs.: As imagens são do Lubuntu 16.04 mas também serve para o Ubuntu 16.04 e derivados.

Geralmente quando o Lubuntu/Ubuntu insiste em não querer manter o teclado no ABNT2 (por motivos quais não faço ideia) eu uso o seguinte comando:

setxkbmap -model abnt2 -layout br -variant abnt2

É isso pessoal, até a próxima!

 

 

 

Como acelerar a resposta do Unity Dash no Ubuntu 16.04

Se você se incomoda com a lentidão do Dash, aprenda nesse tutorial como acelerar a resposta do Unity Dash no Ubuntu.

Por padrão, o Dash mostra uma série de informações, escopos, resultados de pesquisa on-line da Amazon, além de arquivo de registros e uso do aplicativo.

Captura de tela de 2016-08-16 11-06-48

Tudo isso pode terminar deixando ele mais lento e atrapalhando seu uso. Felizmente, você pode desativar alguns deles, para isso, basta seguir os passos desse tutorial.

Como acelerar a resposta do Unity Dash no Ubuntu

Para acelerar a resposta do Unity Dash no Ubuntu, você deve fazer o seguinte:

Passo 1. Acesse o item “Configurações do sistema” no lançador do Unity;

configuracoes-sistema

Passo 2. Clique o item “Segurança e privacidade”;

seguranca-privacidade

Passo 3. Dentro de “Segurança e privacidade”, clique na aba “Pesquisa”;

aba-pesquisa

Passo 4. Em “Pesquisa”, desative a opção “Incluir resultados de pesquisa on-line”, clicando na chave que fica ao lado do campo;

desativa-pesquisa

Passo 5. Depois, clique na aba “Arquivos e aplicativos”. Nela, desative a opção “Gravar a utilização de arquivos e de aplicativos”. A seguir, clique no botão “Limpar dados de uso…”. Na janela que aparece, escolha o período e confirme a exclusão, clicando no botão “OK”;

Captura de tela de 2016-08-16 11-32-27

 

Passo 6. Abra a Central de programas do Ubuntu e pesquise por “unity-scope”. Quando sair o resultado, clique no item que deseja retirar e depois no botão “Remover”;

remove-escopos

Passo 7. Ainda na Central de programas do Ubuntu, procure por “Compiz Settings Manager” ou instale.

Passo 8. Abra o Gerenciador de configurações do CompizConfig, digitando ccsm no Dash;

iniciar-ccsm

Passo 9. Na janela do programa, clique na opção “Ubuntu Unity Plugin”;

unity-plugin

Passo 10. Na tela “Ubuntu Unity Plugin”, clique na seta ao lado do campo “Dash Blur” e escolha a opção “No Blur”. Depois clique no botão “Voltar”;

no-blur

Passo 11. De volta a tela principal do programa, clique na opção “OpenGL”;

opengl

Passo 12. Em “OpenGL”, clique na seta ao lado do campo “Filtro de Textura” e escolha a opção “Rápido”. Depois clique no botão “Voltar” e feche o programa;

opengl-rapido

Pronto! Feitas as alterações, para aplicar todas as mudanças, reinicie o computador. Depois disso, você perceberá que o Dash ficará bem mais rápido. Exatamente como você queria.

Fonte: Blog do Edivaldo.

Até a próxima !

Como gerenciar a inicialização de aplicativos no Ubuntu 16.04

Se a inicialização do Ubuntu 16.04 está se tornando cada vez mais lenta, os aplicativos executados durante essa etapa podem ser a causa disso. Para resolver, veja como gerenciar a inicialização de aplicativos no Ubuntu.

Sempre que o Ubuntu inicia, alguns aplicativos e serviços de terceiros também iniciam automaticamente, junto com os serviços e aplicativos principais. Como alguns desses aplicativos são adicionados automaticamente à lista de inicialização depois de serem instalados, é importante verificar a lista de tempos em tempos e remover aqueles que você não precisa que sejam executados durante a inicialização.

1

   Para fazer isso, é preciso usar o programa “Aplicativos de sessão”, que permite gerenciar facilmente esses programas que iniciam junto com o sistema.

Como gerenciar a inicialização de aplicativos no Ubuntu.

Para gerenciar a inicialização de aplicativos no Ubuntu, você deve fazer o seguinte:

Passo 1. Clique no Dash e digite aplicativos. Quando aparecer a opção “Aplicativos de sessão”, clique nele para acessar a configuração;

barra-2

Passo 2. Para incluir um aplicativo usando o “Aplicativos de sessão”, clique no botão “Adicionar”. Na tela que aparece, coloque o nome, comando e descrição do programa. Quando finalizar, clique no botão “Adicionar”;

adicionar

Passo 3. Para remover um aplicativo, clique no item correspondente a ele e em seguida, clique no botão “Remover”;

remover

Passo 4. Para Editar a configuração de um aplicativo em “Aplicativos de sessão”, clique no item correspondente a ele e em seguida, clique no botão “Editar”. Faça as alterações necessárias e quando terminar, clique no botão “Salvar”;

Editar

Passo 5. Se você quiser que o aplicativo inicie automaticamente, mas não quer que isso atrase todo o processo de inicialização, é possível definir um intervalo de tempo que será contado e depois disso, o programa será executado. Para definir esse intervalo, na hora da inclusão ou edição, digite o comando abaixo dentro do campo “Comando”, antes do comando de execução do programa. Não se esqueça de substituir “XX” pelo número de segundos.
sleep xx;

definindo-intervalo

Passo 6. Quando finalizar as alterações, clique no botão “Fechar” da janela “Aplicativos de sessão”.

Os itens escondidos do painel.

Antes de abrir o painel Aplicativos de Sessão ou Autostart, é interessante executar um rápido procedimento, na linha de comando, para ver uma lista de aplicativos mais completa dentro dele.
Por uma questão de segurança, o Ubuntu esconde uma série de aplicativos e scripts, para evitar que o usuário remova da inicialização automática itens importantes pro funcionamento e pra eficiência do sistema.

painel-de-configuracao-de-aplicativos-de-sessao

Painel de configuração de aplicativos de sessão, em 2 momentos:

  • à esquerda, em segundo plano, o painel no “modo seguro”, exibindo um mínimo de itens.
  • à direita, em primeiro plano, o painel de aplicativos de sessão já mostra todos os itens possíveis de ser editados removidos — muito cuidado, aqui.

Para ver os aplicativos ocultos no painel, antes de abrí-lo execute o seguinte procedimento, no seu terminal:

cd /etc/xdg/autostart
sudo sed --in-place 's/NoDisplay=true/NoDisplay=false/g' *.desktop

Você pode copiar e colar os comandos daqui pro seu console, para evitar erros de digitação.

Para ver o painel, ative o dash, clicando no ícone do Ubuntu, no canto superior esquerdo do lançador (launcher) ou pressionando a tecla Super, no teclado — agora, procure por “Aplicativos de sessão” e clique no ícone correspondente.

Uma vez aberto o painel, note que você já pode ativar, desativar, adicionar, remover ou editar os aplicativos que iniciarão automaticamente na sua sessão.
Obs.: Como eu já disse antes, tenha bom senso — uma boa dica é não remover aplicativos indesejados. Você pode apenas desativá-los, clicando na caixa, à esquerda de cada item.

Se houver arrependimento futuro, é fácil voltar atrás: basta reativar o item.

Como desfazer a exibição dos itens ocultos.

Para ocultar novamente, por segurança, os itens do painel, rode o seguinte comando, no terminal:

cd /etc/xdg/autostart
sudo sed --in-place 's/NoDisplay=false/NoDisplay=true/g' *.desktop

E pode conferir! Já estão todos escondidos e seguros de novo.

Quais itens podem ser desativados?

Dê uma olhada nesse artigo: Os itens do painel de Aplicativos de sessão — obtenha uma explicação detalhada dos itens mais comuns do painel e saiba quais podem ser removidos com segurança.

Desabilitar o Gnome Software de iniciar junto ao sistema

Por padrão, o Gnome Software (que substitui a antiga Central de Programas do Ubuntu) é iniciado junto com o sistema, caso queira desativar isso, abra o terminal e digite:

cd /etc/xdg/autostart && sudo mv gnome-software-service.desktop gnome-software-service.desktop.BKP

Para reverter o processo digite:

cd /etc/xdg/autostart && sudo mv gnome-software-service.desktop.BKP gnome-software-service.desktop

 

Fonte: DioLinux, Blog do Edivaldo, Elias Praciano.

Até a próxima!

Minimizar Aplicações com um clique simples no Ubuntu 16.04

Quando você clica no ícone no lançador de algum aplicativo já aberto no Ubuntu 16.04 e clica de novo no mesmo ícone para minimizar, mas nada acontece. Isso se deve porque está desativado por padrão.

Mas não é o comportamento padrão no Unity e que pode desmotivar algum usuário. Também, não é tão óbvio como se ativa essa opção.

Para isso, siga os passos:

  1. Instale a ferramenta de ajustes do Unity, caso ainda não tenha instalado:
$ sudo apt-get install unity-tweak-tool

 

2. Abra a aplicação pelo Dash, pesquisando por Ferramenta de ajustes do Unity;

3. Na guia Unity > Lançador;

4 Selecione a opção: “Minimize single window applications on click”.

 

Ou se preferir, para fazer via terminal, execute o comando:

 

$ gsettings set org.compiz.unityshell:/org/compiz/profiles/unity/plugins/unityshell/ launcher-minimize-window true

 

Espero que gostem da dica, até a próxima!