Como alterar a ordem do boot do Grub de Ubuntu por Windows

Geralmente quando temos um Dual Boot, dois ou mais sistemas operacionais em um mesmo HD, sendo que o Ubuntu é um deles, o Grub, Gerenciador da inicialização ou Boot, na maioria dos casos deixa o Ubuntu como sendo a primeira opção.

Em alguns casos os usuários necessitam por algum motivo que o Windows inicie como primeira opção no Boot, sendo assim, o Windows deve aparecer no Grub no primeiro item da lista de inicialização.

Vamos entender algo importante, quando o Ubuntu está no primeiro item da lista, significa que ele está na Posição “0” (zero), conte de zero até a posição em que o outro sistema operacional se encontra. No caso do meu exemplo o Windows está na posição “4” (quatro).

dualboot

Precisamos acessa-lo com um editor de texto como super usuário. Neste exemplo vou utilizar o Gedit para editar o arquivo do Grub.

O arquivo de configuração do gerenciador de boot fica localizado na pasta /etc.

O que temos que fazer é bem simples, abra o terminal, CTRL+ALT+T. O arquivo de configuração é o Grub.

sudo gedit /etc/default/grub

Ao abrir o arquivo procure pela linha onde há a seguinte linha:

GRUB_DEFAULT=0

Agora troque o “0” por “4“, sem aspas, como de fato está, ficando assim:

GRUB_DEFAULT=4

Agora utilize o menu do Gedit e salve a alteração. Feito isso, volte para o terminal, vamos atualizar o Grub. Digite o comando:

sudo update-grub

Está feito, inicialize o sistema e veja a alteração.

Até a próxima!

 

Como instalar o Telegram Desktop no Linux

Um tutorial completo para instalar o Telegram Desktop em qualquer distribuição Linux.

como-instalar-o-telegram-no-linux

O Telegram tem muitos recursos interessantes, além de ser completamente gratuito, ele tem ferramentas que podem deixar a conversa com os seus amigos muito mais interessante, como os famosos stickers. Além disso, a gerência de grupos e a possibilidade de responder a uma pessoa em específico dentro do grupo facilitam as conversas e debates, este é um dos recursos que eu mais gosto.

Como instalar o Telegram no Linux?

Esta é outra característica muito legal do Telegram, ele possui uma versão para todo tipo de sistema operacional e dispositivo, então, obviamente você encontra versões do App ara o seu Smartphone, basta acessar o site oficial e baixar ou procurar na loja de aplicativos do seu aparelho.
Você pode baixar o Telegram para o seu computador, independente do sistema através desta página.
Telegram é um aplicativo que independe de distro, esta é uma das coisas mais legais, apesar de eu ter feio o processo no Ubuntu (como você vai ver) o mesmo vale para qualquer distro Linux que você use.
A aplicação tem cerca de 20 MB apenas. Basta você baixar e extrair o conteúdo da pasta, particularmente eu recomendo que você coloque ela na sua pasta home, apenas por questão de organização.
captura-de-tela-de-2016-05-02-14-59-26

Dentro desta pasta você vai encontrar os seguintes arquivos:

selecao_003

São apenas dois, o arquivo “Telegram” e o “Updater“, em tese basta dar dois cliques no “Telegram” e ele já vai ser abrir para você  digitar os seus dados e se logar, lembrando que é necessário criar uma conta via Smartphone antes de utilizar a versão Desktop. Quando você informar o seu número no Telegram Desktop você receberá uma ligação ou SMS informando um código de desbloqueio que deverá ser inserido no aplicativo para que você possa usá-lo. Esta será a única participação do seu Smartphone no processo, à partir de então você pode simplesmente clicar na aplicação e usar.
Caso o Telegram não abra de primeira, pode ser que ele não esteja com permissões de execução, para ver se está tudo “OK”, clique com o botão direito do mouse na aplicação e vá até “propriedades”.
Como é mostrado na imagem acima, vá até a aba “Permissões” e veja se a caixa “Permitir execução do arquivo como um programa” está marcada, se não estiver marque-a, feche essa janela e tente abrir o Telegram novamente.
telegram-no-linux
Assim que você abre o Telegram e se loga pela primeira vez na aplicação ele cria um atalho no menu do seu sistema, entretanto, é possível também bloquear o atalho na sua barra de tarefas. Um indicador também é criado na área de notificações do sistema normalmente para facilitar o seu acesso.
Até a próxima!

 

 

Instalar o Gdebi no Ubuntu 16.04

A Central de Programas do Ubuntu é uma excelente ferramenta para descobrir novas aplicações que possamos querer utilizar. Para além de ela disponibilizar software completamente livre, já começa também a disponibilizar maneiras de comprar o software de forma muito cómoda.

No entanto, todas estas funcionalidades da Central de Programas do Ubuntu fazem dela uma aplicação extremamente pesada.

Assim, neste artigo apresentamos-lhe uma maneira de agilizar de uma forma brutal este tempo de espera para instalar meros pacotes .deb, através da aplicação GDebi.
Gdebi é uma ferramenta, em janela, que permite instalar pacotes .deb, os pacotes que normalmente se utiliza para instalar aplicações no Ubuntu (sem ser por repositório). Obviamente que esta aplicação consegue resolver automaticamente as dependências (de outros pacotes ou aplicações) como é normal neste tipo de ficheiros.
O GDebi por ser uma excelente aplicação e livre, está disponível nos repositórios oficiais do Ubuntu, por isso a sua instalação é extremamente fácil de proceder. A instalação passa simplesmente por clicar no botão seguinte ou escrever o comando seguinte no terminal:
sudo apt update
sudo apt install gdebi

Desinstalar Gdebi.

Para desinstalar somente Gdebi do Ubuntu 16.04 (Xenial Xerus) execute no terminal:

sudo apt remove gdebi

Desinstalar Gdebi e os pacotes dependentes.

Para desinstalar o pacote Gdebi e quaisquer outros pacotes dependentes que não sejam mais necessários do Ubuntu Xenial.

sudo apt remove --auto-remove gdebi

Expurgar Gdebi.

Se você também deseja limpar as configurações e/ou dados de Gdebi do Ubuntu Xenial então use este comando:

sudo apt purge gdebi

Para limpar as configurações e/ou arquivos de dados do Gdebi e de seus pacotes dependentes do Ubuntu Xenial execute:

sudo apt purge --auto-remove gdebi

 

Até a próxima!

Configurando o Rosa Desktop Fresh R8

Rosa Desktop Plasma R8 é um sistema bem estável, com uma quantidade muito boa de programas, e se inicia com cerca de 350 Mb de memória.

monitor-do-sistema-1

Configurações Iniciais:

Nesta dica veremos alguns passos básicos a serem efetuados após instalarmos o ROSA Desktop Fresh R8.

1.. Abra o Centro de Controle e clique em Atualizar Sistema.

2. Altere a Frequência de Atualizações para cada 24 horas.

3. Abra o Gerenciador de Mídias de Programas e certifique-se que estão ativadas as mídias: Main, Main Updates, Main32, Main32 Updates, Contrib, Contrib Updates, Non-free, Non-free Updates, Non-free32, Non-free32 Updates, Restricted, Restricted Updates, Restricted32, Restricted32 Updates.

screenshot_20161208_115710

 

4. Para instalar e remover novos programas abra o Gerenciador de Programas, que é um programa gráfico bastante intuitivo.

screenshot_20161208_115637

Fonte:

Até a próxima!

 

Instalação do Rosa Desktop Fresh R8

RosaLabs é uma empresa russa desenvolvendo uma variedade de soluções baseadas em Linux. Seu principal produto, ROSA Desktop é uma distribuição Linux com um desktop KDE altamente personalizado e uma série de modificações destinadas a melhorar a facilidade de uso do ambiente de trabalho. A empresa também desenvolve uma edição “Enterprise Server” do ROSA que é baseado no Red Hat Enterprise Linux.

co5qxiuwaaac2o5

ROSA Desktop Fresh Plasma 5 R8 é a última versão estável baseada na plataforma do Rosa2014.1, que terá mais 2 anos de suporte estendido, com atualizações de segurança garantidas até o outono de 2018.

ROSA R8 possui 4 ambientes de desktop: KDE 4, Plasma 5, GNOME e MATE.

Passo 1) Quando o flash drive de boot (Pendrive ou DVD) estiver pronto, reiniciar a máquina e no menu apareceu escolher “Instalar Sistema” . Assistente de instalação será exibida;

Passo 2) Escolha o Idioma;

797px-rosa_lang_en

Passo 3) Primeiro, você verá uma janela de partição de disco. Escolha “Personalizar” e pressione “Próximo“. Escolha opção: Usar partições existentes.;

rosa2798px-rosa_warning_en

Passo 4) Pressione Ponto de MontagemSelecione a partição desejada e o ponto de montagem para a raiz do sistema ( /) . Na imagem está em sda1, 

800px-rosa_zz4_en

rosa3

Obs.:  Uma partição root (/) para o sistema central – aproximadamente 15 Gb é suficiente. Escolha qualquer Ext3 ou Ext4 para o sistema de arquivos. Ext4 deve ser mais rápido em algumas situações, embora existam alguns aspectos que estão fora do escopo deste guia;

Passo 5) Pressione “Tipo“. Escolha o sistema de arquivos a ser usado (Ext4 é usado por padrão).

800px-rosa_zz6_en

rosa_zz7_en

Passo 6 ) Por conveniência, recomendamos atribuir uma etiqueta à partição ROSA. Isso permitirá que os gerenciadores de arquivos exibam um nome significativo para essa partição. Prima “Label (Etiqueta)” e introduza qualquer etiqueta que pretenda utilizando apenas caracteres latinos.

800px-rosa_zz8_enrosa_zz9_en

Passo 7) 2. Escolha agora uma partição SWAP  – muitas vezes definida como o tamanho da sua RAM, para isso, selecione a partição desejada;

09c_inst-f9714

Passo 8) Escolha a partição que será formatada. Fique atento nessa parte;

rosa4

Passo 9) Aguarde a instalação que demorará cerca de 25 minutos;

800px-rosa_installing_en

Passo 10) Selecione agora o dispositivo de boot /dev/sda e o tempo de espera para inicialização do seu SO;

rosa6

Obs.: Não opte por instalar bootloader (Grub) em uma Partição de inicialização (/dev/sda1, /dev/sda2, etc.). Você só deve escolher MBR da unidade física, como /dev/sda !!!

Passo 11) Escolha a senha de administrador (root);

rosa7

Passo 12) 8. Adicione seu usuário e senha;

15_inst2-16b1e

Passo 13)  Adicione seu hostname;

rosa9

Passo 14) Selecione os serviços que deseja iniciar automaticamente.;

rosa10

Passo 15) 11. Clique em “Terminar” e reinicie seu PC.

thumb_rosa11

Pronto! Seu ROSA Desktop Fresh R8 está instalado!

Fonte: RosaLabs

Veja também: Vídeo ROSA Fresh R8 KDE 5.

Até a próxima!