Como gerenciar a inicialização de aplicativos no Ubuntu 16.04

Se a inicialização do Ubuntu 16.04 está se tornando cada vez mais lenta, os aplicativos executados durante essa etapa podem ser a causa disso. Para resolver, veja como gerenciar a inicialização de aplicativos no Ubuntu.

Sempre que o Ubuntu inicia, alguns aplicativos e serviços de terceiros também iniciam automaticamente, junto com os serviços e aplicativos principais. Como alguns desses aplicativos são adicionados automaticamente à lista de inicialização depois de serem instalados, é importante verificar a lista de tempos em tempos e remover aqueles que você não precisa que sejam executados durante a inicialização.

1

   Para fazer isso, é preciso usar o programa “Aplicativos de sessão”, que permite gerenciar facilmente esses programas que iniciam junto com o sistema.

Como gerenciar a inicialização de aplicativos no Ubuntu.

Para gerenciar a inicialização de aplicativos no Ubuntu, você deve fazer o seguinte:

Passo 1. Clique no Dash e digite aplicativos. Quando aparecer a opção “Aplicativos de sessão”, clique nele para acessar a configuração;

barra-2

Passo 2. Para incluir um aplicativo usando o “Aplicativos de sessão”, clique no botão “Adicionar”. Na tela que aparece, coloque o nome, comando e descrição do programa. Quando finalizar, clique no botão “Adicionar”;

adicionar

Passo 3. Para remover um aplicativo, clique no item correspondente a ele e em seguida, clique no botão “Remover”;

remover

Passo 4. Para Editar a configuração de um aplicativo em “Aplicativos de sessão”, clique no item correspondente a ele e em seguida, clique no botão “Editar”. Faça as alterações necessárias e quando terminar, clique no botão “Salvar”;

Editar

Passo 5. Se você quiser que o aplicativo inicie automaticamente, mas não quer que isso atrase todo o processo de inicialização, é possível definir um intervalo de tempo que será contado e depois disso, o programa será executado. Para definir esse intervalo, na hora da inclusão ou edição, digite o comando abaixo dentro do campo “Comando”, antes do comando de execução do programa. Não se esqueça de substituir “XX” pelo número de segundos.
sleep xx;

definindo-intervalo

Passo 6. Quando finalizar as alterações, clique no botão “Fechar” da janela “Aplicativos de sessão”.

Os itens escondidos do painel.

Antes de abrir o painel Aplicativos de Sessão ou Autostart, é interessante executar um rápido procedimento, na linha de comando, para ver uma lista de aplicativos mais completa dentro dele.
Por uma questão de segurança, o Ubuntu esconde uma série de aplicativos e scripts, para evitar que o usuário remova da inicialização automática itens importantes pro funcionamento e pra eficiência do sistema.

painel-de-configuracao-de-aplicativos-de-sessao

Painel de configuração de aplicativos de sessão, em 2 momentos:

  • à esquerda, em segundo plano, o painel no “modo seguro”, exibindo um mínimo de itens.
  • à direita, em primeiro plano, o painel de aplicativos de sessão já mostra todos os itens possíveis de ser editados removidos — muito cuidado, aqui.

Para ver os aplicativos ocultos no painel, antes de abrí-lo execute o seguinte procedimento, no seu terminal:

cd /etc/xdg/autostart
sudo sed --in-place 's/NoDisplay=true/NoDisplay=false/g' *.desktop

Você pode copiar e colar os comandos daqui pro seu console, para evitar erros de digitação.

Para ver o painel, ative o dash, clicando no ícone do Ubuntu, no canto superior esquerdo do lançador (launcher) ou pressionando a tecla Super, no teclado — agora, procure por “Aplicativos de sessão” e clique no ícone correspondente.

Uma vez aberto o painel, note que você já pode ativar, desativar, adicionar, remover ou editar os aplicativos que iniciarão automaticamente na sua sessão.
Obs.: Como eu já disse antes, tenha bom senso — uma boa dica é não remover aplicativos indesejados. Você pode apenas desativá-los, clicando na caixa, à esquerda de cada item.

Se houver arrependimento futuro, é fácil voltar atrás: basta reativar o item.

Como desfazer a exibição dos itens ocultos.

Para ocultar novamente, por segurança, os itens do painel, rode o seguinte comando, no terminal:

cd /etc/xdg/autostart
sudo sed --in-place 's/NoDisplay=false/NoDisplay=true/g' *.desktop

E pode conferir! Já estão todos escondidos e seguros de novo.

Quais itens podem ser desativados?

Dê uma olhada nesse artigo: Os itens do painel de Aplicativos de sessão — obtenha uma explicação detalhada dos itens mais comuns do painel e saiba quais podem ser removidos com segurança.

Desabilitar o Gnome Software de iniciar junto ao sistema

Por padrão, o Gnome Software (que substitui a antiga Central de Programas do Ubuntu) é iniciado junto com o sistema, caso queira desativar isso, abra o terminal e digite:

cd /etc/xdg/autostart && sudo mv gnome-software-service.desktop gnome-software-service.desktop.BKP

Para reverter o processo digite:

cd /etc/xdg/autostart && sudo mv gnome-software-service.desktop.BKP gnome-software-service.desktop

 

Fonte: DioLinux, Blog do Edivaldo, Elias Praciano.

Até a próxima!

Instalação Dual Boot Windows 10 e Ubuntu 16.04 com UEFI.

Este tutorial mostrará como fazer uma instalação do Windows 10 ao lado do Ubuntu 16.04 em computadores com UEFI ( Extensible Interface Unified Firmware).

Observações.:

  1. Esse tutorial será feito com o Secure Boot ativado.
  2. Desabilitar o Fast Startup no Windows 10, e também a função de Hibernação.

 

Como saber se o seu computador tem UEFI?

Em primeiro lugar é muito importante saber se o seu PC tem um BIOS UEFI.

No Windows vá até o Menu Iniciar e na caixa de pesquisa na parte inferior e digite “Informações do sistema” e quando o ícone aparece na parte superior clique sobre ele.

4e7ec5ae-63cf-4e83-a0f8-7b2d63c31bd4_0

Na metade do painel à direita, há um item chamado de modo BIOS. Se ele diz que UEFI, então está tudo ok, veja a imagem abaixo.

systeminformation2

Os passos necessários para dual boot do Windows 10 e Ubuntu 16.04 são as seguintes:

  1. Backup dos arquivos do Windows 10 (opcional, mas altamente recomendado);
  2. Criar um Pendrive USB do Ubuntu 16.04 de 64 bits;
  3. No Windows desative a opção “Inicialização Rápida” (Fast Startup);
  4. No Windows desligue qualquer criptografia;
  5. No Windows desativar o Modo de Hibernação;
  6. No Windows usar o Desfragmentador do Windows 10;
  7. No Windows redimensionar uma partição;
  8. Dar o boot a partir do Pendrive USB do Ubuntu 16.04;
  9. Instalar o Ubuntu 16.04.

1. Backup Windows 10.

É altamente recomendado que você faça uma cópia de todos os seus arquivos antes de fazer os procedimentos a seguir.

2. Criar um Pendrive USB do Ubuntu16.04.

Existem muitas ferramentas para a criação de uma unidade USB do Ubuntu incluindo, Win32 Disk Imager, Etcher e Rufus.

Lembrando que o pendrive deve está no formato GPT. E deve está formatado em FAT32.

3. Desative a opção “Inicialização Rápida”.

No Windows 8 ou posterior visitando: Painel de Controle > Opções de Energia > Alterar o funcionamento dos botões de energia, feito isso, clique em Alterar configurações não disponíveis no momento e desmarque a opção “Ligar inicialização rápida“, após, salve as alterações;

4. Desligue qualquer criptografia.

5. Desativar o Modo de Hibernação.

Segue aqui um tutorial explicando como desativar a Hibernação.

6. Usar o Desfragmentador do Windows.

É importante antes de redimensionar uma partição do Windows usar a ferramenta: Desfragmentador.

A fragmentação faz com que o disco rígido tenha um trabalho adicional que pode deixar o computador lento. O Desfragmentador de Disco reorganiza dados fragmentados para que os discos e unidades trabalhem de forma mais eficiente. O Desfragmentador de Disco é executado por agendamento, mas você também pode analisar e desfragmentar discos e unidades manualmente. Para isso, siga estas etapas:

Para abrir o Desfragmentador de Disco, clique no botão Iniciar. Na caixa de pesquisa, digite Desfragmentador de Disco e, na lista de resultados, clique em Desfragmentador de Disco.

7. Encolher o Windows para criar espaço para o Ubuntu 16.04.

Se o seu computador tem apenas um disco rígido, você terá de encolher sua partição do Windows 10, a fim de abrir espaço para o Ubuntu, ou seja redimensionar uma partição do Windows 10.

A ferramenta utilizada para encolher partições Windows é “Gerenciamento de Disco“.

Para iniciar o “Gerenciamento de Disco“, clique direito sobre o botão Iniciar do Windows no canto inferior esquerdo da tela e clique sobre a opção “Gerenciamento de Disco“.

1.Shrink-Volume-to-Resize-Partition

Será exibida uma tela que lista todos os discos disponíveis e as partições no disco que está selecionado dentro da janela.

O disco rígido é geralmente disco 0. Normalmente, é fácil de detectar, porque é maior do que as outras unidades e já tem um número de partições nele. Como você pode ver na imagem acima, existem 4 partições. A quantidade de partições no disco rígido podem ser diferentes.

Por exemplo, a imagem acima mostra as partições no computador que usou para executar o Windows (UEFI) e captura de tela abaixo mostra as partições no computador que usou para executar o Windows (BIOS).

shrinkdisk1

O que você está procurando é a partição NTFS que é tanto ativo e primário. Na maioria dos casos, é a unidade C. É também provável a ser a maior partição na unidade.

2.Create-Windows-Partition-for-Ubuntu-16.04-Installation

Botão direito do mouse na partição que contém o Windows (como descrito acima, provavelmente a unidade C, formato de arquivo NTFS, primária e ativa).

Clique na opção “Shrink Volume“.

diskmanagement4

Quando a caixa de diálogo aparece encolher ele terá o valor máximo de espaço disponível para encolher listado com uma seta para cima e para baixo para aumentar ou diminuir a quantidade de espaço disponível para Ubuntu.

Não cometa o número se o “Enter a quantidade de espaço a encolher em MB” (caixa de 3) maior do que o “Tamanho do espaço do psiquiatra disponível em MB” (Caixa 2).

Você pode fazer a quantidade de espaço disponível para Ubuntu menor embora. O mínimo exigido pelo Ubuntu é de 10 gigabytes, que é de 10000 megabytes. Na realidade você deve estar olhando para dar pelo menos 20 gigabytes (20000 megabytes) para o Ubuntu para uma experiência decente e se você tem isso gostaria de ir para 50 gigabytes (50000 megabytes).

Claro, se assim o desejar, você pode deixar as quantidades recomendadas como elas são.

Quando tiver decidido sobre um montante inseri-lo na caixa e clique em “Shrink“.

3.Windows-Partition-for-Dual-Boot-Ubuntu-16.04

8. Inicializar(Boot) no Pendrive do Ubuntu 16.04.

Certifique-se de que o pendrive USB do Ubuntu está conectado ao computador.

Cada fabricante tem uma versão diferente do UEFI e assim as opções do menu podem ser diferentes.

Uma lista de dispositivos será exibido. Selecione a opção UEFI Dispositivo USB.

Exemplos:

Captura de tela de 2014-01-16 19:02:06

 

uefi-device

mint171-12-600x255

Quando o Pendrive der o Boot deve aparecer um menu, então selecione na opção: Instalar o Ubuntu.

9. Instalar o Ubuntu 16.04.

Depois de clicar na opção “Instalar Ubuntu” a tela a seguir irá aparecer:

ubuntuinstall1

Este é o início do processo de instalação e você pode selecionar o idioma que é usado para ajudá-lo através do processo. Escolha o seu idioma e clique em “Continuar“.

ubuntuinstall2

O instalador do Ubuntu 16.04 mudou um pouco. A tela de pré-requisitos foi removido como tem a opção de se conectar a uma rede sem fio antes de instalar.

A preparar a instalação de tela do Ubuntu agora simplesmente lista a opção de baixar atualizações (que só está disponível depois que você tiver uma conexão à internet) e a opção de instalar software de terceiros para reprodução de áudio MP3 e assistir o Flash. Se você tem uma conexão de internet decente, em seguida, você pode querer instalar atualizações durante a instalação. para se conectar à internet, clique no ícone de rede no canto superior direito e uma lista de redes sem fio serão listados. Clique na rede que você deseja se conectar e digite a chave de segurança quando solicitado. Você terá que clicar no botão Voltar na tela “Preparando para instalar o Ubuntu” e clique em “Continuar” novamente quando voltar para a tela de boas-vindas. Você pode optar por instalar as ferramentas de terceiros para reprodução de áudio MP3 como parte do processo de instalação agora, marcando a caixa ou você pode fazê-lo depois que o sistema foi instalado. Clique em “Continuar “.

ubuntuinstall5

A tela “Tipo de instalação” permite que você decida se deseja instalar o Ubuntu junto com o Windows ou por cima.

Escolha a opção “Instalar Ubuntu junto com o Windows Boot Manager (Install Ubuntu alongside Windows Boot Manager)”.

Uma janela aparecerá mostrando-lhe o que vai acontecer com o seu disco. Por padrão, o instalador do Ubuntu irá criar uma partição raiz para o Ubuntu 16.04 e todos os seus arquivos pessoais e uma partição swap.

Escolhendo a opção Algo mais (Something Else).

Se você quiser criar as partições manualmente então escolha essa opção.

1

Note que agora é possível ver todas as partições detectadas pelo instalador, o interesse aqui é aquele que tem EFI na coluna “tipo” e Windows Boot Manager na coluna de “sistema“. É a partição do sistema EFI, onde serão instalados os arquivos de carregador de inicialização. Para iniciar a criação de partições, selecione o “espaço livre“, em seguida, clicar no  botão + (mais).

Isso deve abrir o editor de partições do instalador. Para cada partição, Você só precisa especificar o “tamanho“, o “sistema de arquivos“, “use como” e o “ponto de montagem“. Para partições diferente daquele que será usado como swap, ficar com o sistema de arquivo padrão – Sistema de arquivos EXT4.

2

Então vamos começar criando a partição raiz. Para o tamanho, qualquer valor superior 20 GB é o suficiente. No Ponto de montagem, Selecione /. Clique em “Ok“.

3

A próxima partição será montada em /home. Essa é a partição que irá armazenar todos os seus arquivos e pastas, Então, atribuir a ele a maioria do espaço disponível em disco. Quando você terminar de configurá-lo, Clique “Ok“.

4

Para a partição que será usada como swap, um tamanho de 2000 MB (2 GB) para 4000 MB (4GB) deve ser suficiente. Em “uso como“, Selecione: swap area. e clique em “Ok“.

5

Depois de criar essa última partição, Você verá na imagem abaixo a ferramenta de particionamento com todas as modificações que serão feitas.

Atenção para o Dispositivo para a instalação do carregador de inicialização, selecione a partição efi. O sistema utilizado para este artigo, essa partição corresponde /dev/sda2. Isto é, a segunda partição no disco rígido. Clique em Install Now (Instalar agora) para continuar com o resto da instalação.

6

 

Aparecerá uma nova janela para você confirmar as mudanças, clique em “Continue.

O resto da instalação é igual a todas as outras versões, veja a seguir.

ubuntuinstall7

Um mapa do mundo aparecerá. O objetivo dele é torná-lo possível para Ubuntu para definir o tempo em seu relógio corretamente.

Clique onde você vive no mapa ou iniciar digitando-o na caixa fornecida e clique em “Continuar“.

ubuntuinstall8

Quase lá. Apenas mais dois passos antes do Ubuntu está instalado.

Agora você precisa escolher o layout do teclado. Selecione seu idioma de teclado no painel da esquerda e, em seguida, o layout físico real no painel da direita.

Como alternativa, clique na opção de layout de teclado detectar e provavelmente mais do que fazê-lo para você.

Testar o layout de teclado que você escolheu, escrevendo na caixa fornecida. Especificamente experimentar símbolos como o cifrão, símbolo da libra, hash tags, marcas do discurso, barras e outros caracteres especiais como estas são as chaves que tendem a se mover em um teclado.

Clique em “Continuar“.

ubuntuinstall9

O passo final é criar um usuário padrão.

Digite seu nome e dar o seu computador um nome.

Digite um nome de usuário na caixa fornecida e escolher uma senha e repeti-la.

Clique no botão “Solicitar minha senha para entrar“. Eu realmente não recomendo ninguém deixando log sua máquina automaticamente a menos que seja uma máquina virtual usada para fins de teste.

Por fim, clique em “Continuar“.

Os arquivos serão copiados para o seu computador.

Quando o processo terminar, reinicie o computador.

A máquina irá reiniciar como menu do Grub, onde durante dez segundos, você será apresentado para escolher qual sistema operacional que você deseja usar mais:Ubuntu 16.04 ou Windows 10 .

Ubuntu 16.04 é designado como sistema operacional padrão para iniciar a partir. Assim, basta pressionar Enter ou esperar por esses 10 segundos de tempo limite para iniciar.

Grub-Menu-Select-Ubuntu-or-Windows-to-Boot

É isso aí! Em caso de necessidade de voltar para o Windows , basta reiniciar o computador e selecione o Windows Boot Manager a partir do menu do Grub.

Fonte: Everyday Linux User

Veja também.

Dual-Boot Ubuntu 16.04 E Windows 10 Em Um PC Com Firmware UEFI

Como instalar o Ubuntu 16.04 juntamente com o Windows 10 ou 8 em Dual-boot

Ativar ou desativar o Fast Startup no Windows 10.

Como desabilitar e reabilitar a hibernação no Windows.

Até a próxima.

Minimizar Aplicações com um clique simples no Ubuntu 16.04

Quando você clica no ícone no lançador de algum aplicativo já aberto no Ubuntu 16.04 e clica de novo no mesmo ícone para minimizar, mas nada acontece. Isso se deve porque está desativado por padrão.

Mas não é o comportamento padrão no Unity e que pode desmotivar algum usuário. Também, não é tão óbvio como se ativa essa opção.

Para isso, siga os passos:

  1. Instale a ferramenta de ajustes do Unity, caso ainda não tenha instalado:
$ sudo apt-get install unity-tweak-tool

 

2. Abra a aplicação pelo Dash, pesquisando por Ferramenta de ajustes do Unity;

3. Na guia Unity > Lançador;

4 Selecione a opção: “Minimize single window applications on click”.

 

Ou se preferir, para fazer via terminal, execute o comando:

 

$ gsettings set org.compiz.unityshell:/org/compiz/profiles/unity/plugins/unityshell/ launcher-minimize-window true

 

Espero que gostem da dica, até a próxima!

 

 

Como ativar a atualização automática no Ubuntu

O Ubuntu constantemente verifica a existência de uma atualização do sistema e avisa quando há uma versão mais recente de uma atualização de software ou sistema disponível. Mas se você não quer de ficar vendo os avisos e gostaria de automatizar todo o processo de atualização, para que o sistema possa instalar a atualização automaticamente em segundo plano, veja abaixo como você pode fazer isso.

Para habilitar a atualização automática do sistema no Ubuntu, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra as “Configurações do sistema”;

configuracoes-sistema

Passo 2. Depois, clique no item “Programas e atualizações”;

programas-atualizacoes

Passo 3. Em “Programas e atualizações”, clique na aba “Atualizações”;

aba-atualizacoes

Passo 4. Dentro da aba, clique na seta ao lado do campo “Quando houver atualizações de segurança”, selecione no menu suspenso a opção “Baixar e instalar automaticamente”;

baixar-automaticamente

Passo 5. Será exibida uma tela de autenticação. Forneça a senha de administrador e clique em “Autenticar”;

autorizando-mudanca

Passo 6. Marque as caixas ao lado de “Atualizações de segurança importantes”, “Atualizações recomendadas” e “Atualizações não suportadas.” Isso irá automatizar a atualização de arquivos do sistema, bem como todo o software instalado (a partir do repositório ou via PPA). Finalmente, clique no botão “Fechar”. Se aparecer uma tela pedindo para atualizar as informações dore aplicativos, clique no botão “Recarregar”;

recarregar

Pronto! Agora você não precisa mais se preocupar em ficar atualizando seu sistema, ele mesmo fará isso automaticamente em segundo plano. Só não esqueça de deixá-lo ligado e conectado à Internet para que ele possa executar a tarefa.

Fonte.

Até a próxima!