Instalação Ubuntu 18.04 e Windows 10 Dual Boot UEFI

Nesse tutorial será explicado como fazer uma instalação do Ubuntu 18.04 em Dual Boot com Windows 10 em Computadores/Notebooks com UEFI.

O EFI inicializa carregando arquivos de programa EFI (com extensões de nome de arquivo .efi ) de uma partição no disco rígido usa a tabela de partição GUID (GPT) que oferece entradas de 64 bits em sua tabela, ampliando dramaticamente o suporte para possibilidades de tamanho.

 

Obs.: Esse tutorial será feito com o Secure Boot ativadoUEFI habilitado, ou seja, tanto o Ubuntu 18.04 quanto o Windows 10  em modo UEFI.

Formatando o pendrive

Antes de instalar é preciso formatar e criar corretamente o pendrive para que seja reconhecido pelo Notebook.

No Windows use o Rufus ou Etcher, que já deixarão o pendrive pronto para ser usado.

No Linux, como no Ubuntu ou Fedora para formatar use o GParted  ou KDE Partition Manager.

 

No Windows

  • Desativar inicialização rápida (Fast Startup): a inicialização rápida pode impedir a inicialização do pendrive do Ubuntu 18.04 , portanto, você pode precisar desabilitá-la:
  1. Digite Opções de energia na caixa de pesquisa e pressione Enter;
  2. Selecione Escolher a função dos botões de energia;
  3. Clique em Alterar configurações não disponíveis no momento;
  4. Role para baixo para Configurações de desligamento, e desmarque a opção Ligar inicialização rápida, para desativar a função;
  5. Clique em Salvar alterações.

Veja a imagem abaixo:

6dualboot-disable-fastboot4

  • Redimencionar a partição do Windows 10: A ferramenta utilizada para encolher partições Windows é “Gerenciamento de Disco“.

Para iniciar o “Gerenciamento de Disco“, clique direito sobre o botão Iniciar do Windows no canto inferior esquerdo da tela e clique sobre a opção “Gerenciamento de Disco“.

Clique com o botão direito do mouse na unidade que deseja encolher e clique em “Diminuir volume”. Não encolha o drive ‘C’.
Agora digite a quantidade de espaço que você deseja encolher em ‘MB’ e não ‘GB’ e, finalmente, clique na opção “Shrink“.

imagem 2

Redimensione e deixe a nova partição para o Ubuntu 18.04 com pelo menos 50 Gb.

Instalando o Ubuntu 18.04

Quando a primeira tela de inicialização aparecer, você terá a tela preta que indica a inicialização do Ubuntu 18.04 em modo UEFI.

Ubuntu 1

Idioma: Escolha o idioma: Português do Brasil;

Ubuntu 2

Layout do Teclado: Português e Português do Brasil;

Ubuntu 3

Preparando para instalar o Ubuntu: marque se deseja instalar o software de terceiros para gráficos e hardware WI-FI, Flash, MP3 e outros meios de comunicação. Clique em Continue;

Tipo de Instalação: Vamos pela opção: Something Else (Algo mais) para criar as partições do Ubuntu 18.04 manualmente;

imagem 3

Agora podemos ver todas as partições, mas o tipo (sistema de arquivos) nos ajuda a saber diretamente quais partições usar. Você pode ver uma partição EFI que está presente, é a partição de inicialização do Windows 10. Normalmente, para uma única instalação do Ubuntu 18.04, você precisaria criar uma partição de inicialização EFI que seria usada, mas como ela já está presente por causa do Windows 10, não é necessário criar uma nova.

Atenção quando for escolher o seu Disco Rígido (HD) para instalar o Ubuntu 18.04, nesse exemplo é /dev/sdb.

install_ubuntu_5

Depois de selecionar o disco rígido adequado, você deve selecionar o espaço livre para criar a partição /root. Pressione o botão (+) para criar uma nova partição de disco. Será criado uma partição raiz de 8 GB, que é 8192 MB.

install_ubuntu_6

Agora você tem que criar a partição /home, mas o ponto de montagem será /home, desta vez, atribua todo o espaço livre disponível para essa partição.

install_ubuntu_create_home

Está finalizado o particionamento do Disco Rígido, como na imagem abaixo. Então clique em Instalar agora.

install_ubuntu_7

Em seguida, o instalador perguntará: Você deseja retornar ao menu de particionamento? Claro que não, basta pressionar o botão Continuar.

install_ubuntu_8

O instalador do Ubuntu irá perguntar-lhe novamente: Escreva as alterações no disco? Basta pressionar o botão Continuar.

install_ubuntu_9

Localização: Agora você pode configurar sua localização exata. Ao especificar sua localização exata, você permitirá que o Ubuntu se comunique com os repositórios mais próximos para instalação e atualizações de pacotes.

iamgem 8

Criando o usuário: Nesta tela, escolha um nome de usuário e senha (aplicável também ao sudo) para sua conta de usuário. Além disso, defina um nome de host para o seu sistema e, em seguida, clique no botão Continuar para iniciar a instalação.

imagem 9

Quando a instalação estiver concluída, clique em Reiniciar agora para reiniciar a máquina.

imagem 10

Após a reinicialização do sistema, você terá o menu Grub, onde você verá tanto o Ubuntu quanto o Windows.

O sistema operacional padrão é o Ubuntu. Pressione Enter enquanto sua seleção é Ubuntu para inicializar no Ubuntu 18.04.

ubuntu_dual_boot_grub_menu

 

Referências:

LinOxidehttps://linoxide.com/distros/install-ubuntu-18-04-dual-boot-windows-10

It’z Geekhttps://www.itzgeek.com/how-tos/linux/ubuntu-how-tos/how-to-install-ubuntu-18-04-alongside-with-windows-10-or-8-in-dual-boot.html

PCSuggesthttps://www.pcsuggest.com/dual-boot-windows-10-and-ubuntu-uefi/

Até a próxima!

Anúncios

Dicas de pós-instalação do openSUSE Leap 15

O openSUSE é uma das distribuições GNU/LINUX mais populares do mundo, conhecida como a versão da comunidade do SUSE Linux Enterprise, uma distribuição corporativa. Também é conhecido por sua facilidade de uso, grande espírito de comunidade e pelo YaST, que é um centro de controle onde você pode executar muitas tarefas que, em outras distribuições GNU/LINUX, seriam feitas com o terminal, aproximando-o de usuários menos experientes.

Será escrito nesse post dicas para se fazer depois de instalar o openSUSE Leap 15.

A primeira coisa que devemos fazer quando instalamos o openSUSE pela primeira vez é atualizar o sistema. Lembre-se de que, desde o momento em que uma versão é lançada até a instalação, é provável que correções de segurança tenham sido liberadas, por isso é aconselhável atualizá-la. Primeiro, devemos atualizar o cache dos repositórios e, em seguida, solicitamos a atualização.

1- Atualize os repositórios

sudo zypper refresh

Obs.: Após adicionar um repositório ou quando um repositório se tornar desatualizado, ele precisa ser atualizado. Isto significa baixar os metadados dos pacotes do repositório e pré processar os dados em um cache .solv para uma rápida leitura.

2. Atualize o sistema

sudo zypper update

ou digite:

sudo zypper up

Obs.: pode ser que existem aplicativos que exigem uma reinicialização do sistema.

3. Mostrar os botões minimizar e maximizar na barra de título das janelas

No Gnome por padrão, os botões Maximizar e Minimizar vem removidos. Para alcançar nosso objetivo, precisamos ter o Gnome Tweak Tool instalado. Caso você não tenha instalado, podemos fazê-lo com o seguinte comando:

sudo zypper install gnome-tweak-tool

Agora entre em Atividades/Utilitários e procure por Ajustes.

Gnome Tweak Tool 1

Depois de iniciar o programa, no lado esquerdo, clique em Janelas.

Gnome Tweak Tool 2

E na seção Botões da barra de título, temos a opção de adicionar os botões Maximizar e Minimizar.

Gnome Tweak Tool 3

4. Habilitar o repositório Packman

O Packman oferece vários pacotes adicionais para o openSUSE, especialmente mas não limitado a aplicativos e bibliotecas relacionados a multimídia.

Ir em Atividades e procure por YaST, no lado esquerdo do programa clique em Software e depois em Repositórios de software.

Yast 1

Clique em Adicionar.

Yast 2

Selecione Repositórios da comunidade e depois clique em Próximo.

Yast 3

Selecione Packman Repository e depois clique em OK.

Yast 4

Aparecerá uma tela para adicionar a chave, então clicar em Sim, então irá começar a adicionar o repositório, ele não irá pular o aviso se quisermos confiar para adicionar a chave gnuPG ao repositório. Clicamos em confiança e quando terminamos, temos o repositório adicionado às nossas fontes.

5. Instalando codecs multimídia

Devido a questões legais, patentes de softwares e direitos autorais, o openSUSE não oferece suporte a codecs proprietários como o MP4, AAC, WMA e outros nos repositórios oficiais, com exceção ao suporte à decodificação de MP3 que está incluído.

Muitos codecs de multimídia não são incluídos por padrão em uma instalação do OpenSUSE devido a problemas de licenciamento, então você precisa instalá-los manualmente, para isso, digite o comando:

sudo zypper in libdvdcss2 libxine2-codecs libxine2-pulse lame gstreamer-0_10-plugins-ffmpeg gstreamer-0_10-plugins-bad gstreamer-0_10-plugins-ugly gstreamer-0_10-plugins-ugly-orig-addon totem-browser-plugin gstreamer-0_10-plugins-good libxine2 libdvdplay0 libdvdread4 libdvdnav4 libmad0 libavutil51 sox libxvidcore4 xvidcore libavcodec52 libavdevice52 libvlc5 totem-plugins nautilus-totem lsb pullin-flash-player vlc-codecs gstreamer-0_10-fluendo-mp3 gstreamer-0_10-plugins-fluendo_mpegdemux gstreamer-0_10-plugins-fluendo_mpegmux gstreamer-0_10-plugins-base gstreamer-0_10-plugins-good-extra libquicktime0 gstreamer-0_10-plugins-bad-orig-addon

 

Leia também:

Como usar corretamente o Zypper.

openSUSE: Formatos restritos.

Até a próxima!

Dicas de pós-instalação do Kubuntu 18.04

Estão aqui nesse post algumas dicas do que fazer após instalar o Kubuntu 18.04. Estes procedimentos não são obrigatórios, porém, podem melhorar a experiência de uso do seu sistema.

1) Atualização do Sistema pela primeira vez;

sudo apt update && sudo apt upgrade && sudo apt dist-upgrade

Nas demais atualizações use o comando:

sudo apt update && sudo apt upgrade

Também pode atualizar o Kubuntu 18.04 pelo Discover como na imagem abaixo, e repare que inclusive tem atualização de Kernel.

Discover 2

2) Codecs de Áudio e Vídeo;

sudo apt install kubuntu-restricted-addons kubuntu-restricted-extras

Obs.optar por não instalar as fontes MS.

3) Compactadores;

sudo apt install unace rar unrar p7zip-full p7zip-rar arj

4) Softwares Adicionais (vlc + gimp);

sudo apt install vlc gimp gimp-data-extras gimp-plugin-registry

5) Diminuir as animações: Para deixar o Kubuntu 18.04 mais fluído, ou seja, mais rápido nas ações:

  • Ir no Menu/Aplicativos/Configurações/Configurações do Sistema e em Tela e Monitor/Compositor/Velocidade de animação, deixar na segunda barra. E em Método de escala: Rígido.

Compositor

6) Menu de Aplicativos: Para uma melhor compreensão dos nomes dos aplicativos no menu do Kubuntu 18.04 faça a seguinte mudança:

  • Clique com o botão direito do mouse no ícone do menu e clicar em Configurações de Menu de Aplicativos. Em Mostrar os aplicativos como: Apenas a descrição.

Menu de Aplicativos

7) Bloquear os Widgets no Painel: Para travar os widgets e não correr o risco de perder a configuração do seu painel e tirar algum componente faça o seguinte:

  • Clicar com o botão direito do mouse nas três barras horizontais que fica do lado direito do painel e clicar em Bloquear os widgets.
  • Para desbloquear basta clicar com o botão direito do mouse no painel ou na área de trabalho e clicar em Desbloquear widgets.

8) Ativação do duplo clique do mouse: No Kubuntu 18.04 geralmente essa função vem ativa mas no KDE Neon não, para isso, faça o seguinte:

  • Ir em Configurações do Sistema/Dispositivos de Entrada/Mouse, selecionar: clique duplo para abrir arquivos e pastas.

Screenshot 1

9) Desativar o recurso de Restauração da sessão anterior: Serve para quando reiniciar o sistema se inicie com uma sessão vazia:

  • Ir em Configurações do sistema/Inicialização e Desligamento/Sessão do Desktop, selecionar: Iniciar com uma sessão vazia.

Screenshot 1

Até a próxima!

Instalando codecs multimídia no Fedora 28

Será mostrado nesse post como instalar os codecs de mídia de formatos MP3, MP4 e AVI no Fedora 28, testes feitos no Fedora 28 Workstation (Gnome).

Nota: O MP3 é atualmente o formato mais utilizado para a compressão de música em formato lossy e é amplamente suportado entre os tocadores de música. Por vários anos, devido às questões legais relacionadas à implementação do suporte a MP3, o Fedora não conseguiu incluí-lo.

No entanto, a partir de 03-05-2017, o Fedora passou a incluir descodificação de MP3 e a funcionalidade de codificação.

Instalando no Fedora 28 Gnome

No Fedora 28 Gnome não é preciso instalar o pacote MP3, já vem instalado por padrão, mas os pacotes MP4 e AVI é necessário instalar, mas para isso é preciso habilitar os repositórios RPM Fusion.

Para habilitar o RPM Fusion basta então digitar o seguinte comando:

sudo dnf install https://download1.rpmfusion.org/free/fedora/rpmfusion-free-release-$(rpm -E %fedora).noarch.rpm https://download1.rpmfusion.org/nonfree/fedora/rpmfusion-nonfree-release-$(rpm -E %fedora).noarch.rpm

Após habilitar os repositórios RPM Fusion, rode o comando abaixo para uma atualização e para manter atualizado os seus pacotes:

sudo dnf update

Para garantir as mudanças reinicie o Fedora.

Ao clicar no arquivo MP4 e abrir o Vídeos (Reprodutor de vídeos) será mostrado a mensagem da imagem abaixo, “Decodificador MPEG-4 AAc, Decodificador H.264 são necessários para reproduzir o arquivo, mas não estão instalados”.

Totem 1

Ao clicar em Localizar em Programas, será direcionado para Programas (Gnome Software) que mostrará 4 programas para ser instalados, veja na imagem abaixo, é só clicar em Instalar e aguardar.

Totem 2

Agora, feche o aplicativo Vídeos e abra novamente e desta vez o arquivo MP4 rodará normalmente e você poderá ver os seus vídeos.

Verificando seus codecs multimídia instalados.

Em Programas (Gnome Software) é possível verificar quais os codecs estão instalados, clique em Complementos e depois na aba Codecs, veja:

Gnome Software 1

Obs.: Essa dica foi para o Fedora 28 Gnome, para as versões com KDE, Mate, etc., foi preciso instalar os demais codecs de mídia.

Fontes:

Wiki Fedora.

Até a próxima!

Instalando o Fedy no Fedora 28

FEDY (anteriormente chamada de Fedora Utils) é uma ferramenta de pós instalação para o Fedora. Ela permite instalar vários pacotes que normalmente não estão disponíveis nos repositórios oficiais do Fedora, tais como o Adobe Flash, o Java da Oracle, Atom, Brackets e muitos outros, bem como alguns ajustes, como uma melhor renderização de fonte ou a limpeza do lixo.

Como usar o Fedy

Na aba de Apps estarão os programas básicos que são usados comumente como navegadores (Google Chrome, Brave Browser), programas de redes sociais e utilitários.

Fedy 1

Na aba Development Tools, é aplicada àqueles profissionais da área de desenvolvimento de software ou estudantes de programação. Ela contém as principais IDE’s das mais diversas linguagens, assim como seus respectivos compiladores.

Fedy 2

A aba Themes é para a escolha de temas adicionais para o sistema, ícones e cursores.

Fedy 3

Na aba Tweaks, o programa apresenta configurações que você teria que realizar manualmente, porém ele faz automaticamente pra você.

Fedy 4

Na aba Utilities, são disponibilizados programas de raiz não livre e que também podem ser baixados gratuitamente. Também estão listadas as fontes da Microsoft (Times New Roman e Arial), codecs multimídia assim como a Flash Player da Adobe.

Fedy 5

Fontes:

Fedy.

Até a próxima!